segunda-feira, 30 de junho de 2008

Um sonho realizado

Por Suele Lodetti

Que a educação é à base de uma boa formação, não resta dúvidas, e quando o direito de estudar é negado a um adolescente porque ele possui uma pequena deficiência.

Deivid Savi Magenis completou 22 anos nesta última segunda feira, e não consegui estudar devido a uma pequena deficiência que possui. Esse adolescente ainda sonha em trabalhar em uma fábrica de cerâmica.

O jovem alimenta o sonho de trabalhar, e poder levar uma vida normal. “Eu quero trabalhar em uma fábrica de cerâmica, ou ser um locutor de rádio”, comenta.

O adolescente nunca trabalhou, com um pouco de dificuldades ele leva uma vida normal. Segundo a mãe Edna Savi ele tem atitudes de criança brinca de carrinhos e adora Games. “Fico muito triste, pois meu filho não pode trabalhar, não tem namorada, não sai para se divertir,” afirma.

Segundo o médico psiquiatra Marcos Paulo Nasif, Deivid possui uma pequena deficiência, o retardo mental FT1, que o impossibilita de trabalhar, por isso o garoto tenta se aposentar.
Deivid é um rapaz dependente não faz quase nada sozinho, tudo conta com a ajuda de sua mãe que não trabalha para poder dar toda a atenção desejada ao filho.

Deivid cursou até a quarta série do ensino fundamental na Escola Filho do Mineiro, onde aprendeu com muita dificuldade a ler e escrever, mas devido a sua deficiência não conseguia acompanhar os outros alunos.

Segundo a Diretora Maria Luzia Maciel Villain o aluno tinha um tratamento diferenciado. “Ele é especial, muito carinhoso, ganhava um tratamento muito especial mais não conseguia acompanhar a turma,” declara.

A Diretora ainda ressalta a importância de ter professores capacitados para atender esses alunos. “Na nossa escola temos vários estudantes que possuem pequenas deficiências, mas graças as estagiarias podemos dar toda a atenção necessária”, conclui.

Ele tentou fazer um curso de panificação no Bairro da juventude, mas não conseguiu concluir. Foi reprovado, pois não tinha noção dos perigos.

Se estudar em escolas com ensino regular ele não conseguia, sua mãe tentou colocar ele na escola da APAE, mais a tentativa foi frustrante. Ele não foi aceito, pois eles acreditavam que Deivid teria condições de estudar em qualquer escola.

Após alguns anos sem estudar, Deivid vê no Instituto Diomisio Freitas a chance de aprender. Faz dois meses que ele está freqüentando a instituição.

O adolescente ainda está em fase de adaptação, “ele não está cursando nenhum curso profissionalizante, ainda estamos trabalhando a parte comportamental, ele tem um descontrole”, declara a Orientadora pedagógica Maria Gorete Daros Deluca.

Segundo a orientadora deivid tem mostrado melhoras. “Ele tem autonomia, estamos tentando fazer com que ele consiga falar mais baixo, para que se sinta melhor, e para que melhore sua vida em casa,” ressalta.

Deivid freqüenta o Instituto à tarde, participa de um curso de informática, faz trabalhos artesanais, como prendedores que é o nível mais baixo, juntamente com atividades acadêmicas.

Depois de voltar a ter uma atividade o adolescente já esta colocando em prática o que aprende, ganhou um computador, e agora passa parte do tempo em que está em casa na frente do micro.

sábado, 28 de junho de 2008

Finalmente! Serviço de atendimento (SAC) deve seguir novas regras

Por Ana Paula Vieira
Foto Divulgação


Uma boa notícia para os consumidores foi anunciada no dia 11 de maio, pelo Ministério da Justiça e divulgado no site (http://www.mj.gov.br/), após milhares de reclamações em todos os Procons do país. As práticas dos serviços de atendimento ao consumidor (SAC) e que tanto irritam as pessoas serão inibidas através de novas regras. Ao todo, são 27 normas que as empresas terão que cumprir.

A partir de agora, o tempo máximo de espera será de 60 segundos no atendimento, que também deve ser gratuito, 24 horas por dia, sete dias por semana. Foi proibido também que o cliente seja repassado para vários atendentes. No menu de eletrônico, a primeira opção será o contato com o atendente. Essas e outras medidas devem facilitar a vida de quem quiser, por exemplo, cancelar um serviço – uma das principais causas de reclamações. Com essas regras, o cancelamento deverá ser imediato.

As empresas que não cumprirem o que ficou estabelecido receberão multas com valores que variam de R$ 200 a R$ 3 milhões. Apesar da boa notícia, o Ministério da Justiça ainda não definiu quando essas normas entrarão em vigor.

Uso indevido de e-mail corporativo pode ocasionar demissão

Por Ana Paula Vieira
Foto Ana Paula Vieira

Decisões do TST (Tribunal Superior do Trabalho) garantiram aos empregadores o rastreamento dos e-mails corporativos, apesar de a CLT (Consolidação das Leis Trabalhistas) não prever nenhuma determinação sobre o uso indevido de e-mails corporativos.
O mau uso do recurso pode ocasionar demissão por justa causa. Por isso, os trabalhadores devem utilizar o e-mail da empresa exclusivamente para assuntos profissionais e de trabalho, evitando o vazamento de informações confidenciais.

Para evitar problemas, a empresa pode avisar os trabalhadores que o uso do correio eletrônico corporativo é exclusivo para assuntos profissionais. Esses avisos podem ser feitos através de circulares, em murais ou através de mensagem do próprio e-mail. Advertências sobre o mau uso do e-mail poderão ser feitas pelo patrão, que deve falar com o funcionário em particular. Caso contrário, poderá caracterizar dano moral.

Evolução da quimioterapia reduz efeitos colaterais

Por Ana Paula Vieira
Foto Divulgação

Sonolência, queda de cabelo, náuseas e redução da imunidade são alguns dos efeitos colaterais que afetam pacientes que sofrem com os tratamentos para o câncer, especialmente com a quimioterapia. Mas esses desconfortos já podem reduzidos porque com a evolução do tratamento, já é possível substituir os medicamentos injetáveis por comprimidos, que muitas vezes causam menos efeitos colaterais. Além da substituição de alguns medicamentos, outros que já existiam também foram aprimorados, em benefício do paciente.

O câncer é uma doença que surge quando um grupo de células passa a se reproduzir desordenadamente, formando um tumor, e pode ser combatido de três formas - cirurgia, quimioterapia e radioterapia -, sendo que uma, geralmente, sucede a outra.

Atualmente, o principal trtamento é a cirurgia, quando há a tentativa de extrair o tumor, eliminando as células doentes. Como nem sempre é possível destruir todas as células doentes, os outros dois métodos são importantes para complementar o tratamento. A quimioterapia é composta por medicamentos líquidos, que são misturados ao soro e injetados no paciente. Cada sessão dura cerca de uma hora. Em média são feitas de seis a oito aplicações, com intervalos de 21 dias.

Já na radioterapia, o paciente é submetido a sessões de radiação que duramcinco minutos, em média. São feitas cerca de 28 sessões, em dias consecutivos. Esse tratamento traz menos efeitos colaterais do que a quimioterapia.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

O trabalho de Zete

Por Suele Lodetti
Foto: Talise Freitas


A presidente do Conseg da Santa Luzia, Lonizete Fontana da Silva, está no cargo há seis anos e foi uma das responsáveis pela criação do conselho da região e da reativação do Conseg do Rio Maina.

Além da presidência do Conselho, Zete, como é conhecida por todos, concilia o trabalho de escrivã da 2° DP com a vida familiar.

Ela faz questão de enfatizar que o trabalho realizado é uma parceria. “Não quero só que valorize o meu trabalho, mas sim o de todos, eles são muito responsáveis, tiro a camisa pelos membros, pessoas humildes e trabalhadoras, inclusive os policiais”, ressalta.

O trabalho é árduo, pois as pessoas atuantes estão envolvidas com criminosos e com a violência, além de coragem é necessário muita força de vontade, pois esse trabalho é realizado voluntariamente.

Para Zete, esse projeto visa à ajuda de todos, inclusive dos órgãos competentes. Segundo ela é impossível fazer tudo sozinha. “Uma andorinha só não faz verão”, explica.

Com a comemoração dos 170 anos da Polícia Militar de Santa Catarina, ela foi a única mulher do estado que ganhou a medalha por seus serviços prestados.

*Confira a matéria do Conseg na página da Polícia.

Laboratórios ainda esse ano

Texto: Roberta Vasconcellos
Foto: Divulgação

Depois de estudos e análises, o projeto arquitetônico e civil dos laboratórios foi aprovado pela instituição (SATC) e prefeitura, a conclusão das obras está prevista para o final deste ano. Para o planejamento dos laboratórios, a faculdade contou com uma equipe de sete profissio-nais, entre arquitetos, engenheiros e técnicos.

O espaço vai oferecer um estúdio de TV, Rádio, e uma sala multimídia, onde serão feitas as produções acadêmicas. Segundo Nivaldo Hipólito, arquiteto responsável pela obra, “Vai ser uma obra de alto custo, muita tecnologia envolvida, e o mais importante, estrutura didática adequada”.

Lize Búrigo, coordenadora do curso de jornalismo, ressalta que as obras atrasaram devido à complexidade do projeto. “Foi preciso muito cuidado na escolha do local em função da acústica e cada material e produto indicados para o projeto, tiveram que passar pela aprovação da equipe envolvida”, afirma.

Para as aulas de Telejornalismo, câmeras já estão sendo compradas e para radiojornalismo, um estúdio profissional de uma emissora local está sendo locado para as aulas. Saiba mais sobre o curso de Jornalismo da Faculdade Satc.

Curso de Jornalismo da Faculdade Satc entrega o primeiro jornal impresso da instituição

Texto:Cristine Rodrigues
Foto:Claudio Toldo

O que começou com um simples projeto interdisciplinar, terminou em um completo jornal que foi totalmente produzido pelos acadêmicos das três fases do curso. O jornal impresso Ênfase, um trabalho de dois meses dos acadêmicos do curso de jornalismo da Faculdade Satc, foi entregue hoje aos alunos.

As tarefas foram divididas por fases, fazendo com que a primeira fase ficasse com a parte das imagens, a segunda com a parte dos textos e a terceira com a parte gráfica e revisão. Segundo a coordenadora do curso, Lize Búrigo, essa ligação entre todas as fases é importante e fez com que cada aluno se tornasse co-responsável pela produção do jornal.

A interação de todos neste projeto começou desde a escolha do nome: Ênfase. Cada fase sugeriu três nomes e os mais votados foram para uma segunda votação, onde participaram os professores do curso. Os alunos e coordenadores do jornal pretendem continuar com o projeto, que na próxima edição já contará com mais uma turma de futuros jornalistas, que ingressarão na faculdade pelo vestibular de inverno.

Agora é pra valer! Fiscalização de motoristas será feita com o bafômetro

Por Ana Paula Vieira
Foto: Divulgação

No dia 19 de junho, o Diário Oficial da União publicou uma nova Lei 11.705, que altera o Código de Trânsito Brasileiro, sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva que proíbe a venda de bebidas alcoólicas ao longo dos trechos das rodovias federais nas áreas rurais, o que representa 85% da área fiscalizada. Além disso, determina que os motoristas não poderão ter nenhum teor alcoólico no sangue quando estiverem conduzindo veículos.

Esta determinação modifica a legislação brasileira que permitia concentração alcoólica de até 0,6 gramas por litro, o equivalente a duas latas de cerveja, três copos de chope, duas taças de vinho ou duas doses de destilados (80 ml). A partir de agora, a lei passa a considerar crime conduzir veículos com qualquer teor de álcool no organismo.
Para confirmar o consumo de bebida alcoólica, o agente de trânsito poderá submeter o motorista a testes de alcoolemia.

Os condutores flagrados pelo bafômetro estarão sujeitos a multa de R$ 955, perda de sete pontos na carteira de habilitação, por ser considerada falta gravíssima, e pode ter o direito de dirigir suspenso, assim como, quem beber e provocar um crime irá responder de forma dolosa, quando há intenção de matar.

O motorista que se recusar a fazer exames de bafômetros e de coleta de sangue para verificar a quantidade de álcool consumido estará sujeito às mesmas penalidades.


A partir de agora, a lei passa a considerar crime conduzir veículos com qualquer teor de álcool no organismo

Festa da Gastronomia agita Nova Veneza



Texto:Cristine Rodrigues
Foto das rainhas da festa: Divulgação

No último final de semana aconteceu a IV Festa da Gastronomia Italiana em Nova Veneza. Milhares de populares acompanharam as atrações artísticas e culturais, além da variada gastronomia italiana, ponto máximo da festa.

O prefeito, Rogério Frigo, disse estar emocionado com a reposta da população, que lotou a Praça da Chaminé, no centro da cidade. “Foi realmente incrível.Optamos por não contratarmos shows nacionais para valorizar a essência da festa que é a cultura italiana e graças a Deus conseguimos”, falou.

Frigo ressaltou ainda que a culinária sempre foi o forte do município, que apesar de pequeno é sede dos melhores restaurantes típicos da região. “Nossa cidade é tradicional em restaurantes. Gente do estado todo fala de nossa cozinha que certamente é um das melhores do estado”, contou.

Outro ponto positivo da festa, foi o carnaval de Veneza realizado no sábado a noite. As bandas Canzione Per Te e Musical Altas Horas, animaram os festeiros mascarados que se divertiram ao som de músicas italianas e marchinhas que marcaram época nas áureas festas de momo no país.

O celular em sua vida

Texto: Roberta Vasconcellos
Foto: Janete Trichez

Até o final da década de 80, as pessoas usavam tranquilamente, embora a valores altos, a telefonia fixa. Cada residência, pelo menos daquelas famílias que tinham condições de pagar as mensalidades e ainda comprar o número de telefone, tinha um, e assim, as pessoas viveram por muitos séculos saudavelmente.

A partir do início da década de 90 a telefonia móvel surgiu e o Rio de Janeiro foi a primeira cidade que recebeu a tecnologia no Brasil. Desde então, ano após ano antenas foram instaladas em outras cidades e dessa forma o celular foi ganhando o seu espaço em todas as famílias brasileiras.

No final da década de 90 o pré-pago surgiu, e assim, para aquelas pessoas que não tinham condições de pagar a mensalidade e utilizar o serviço perceberam uma boa opção para estar disponível em tempo integral e dessa forma começaram a se beneficiar também da comodidade oferecida pela tecnologia.

O mercado

Em pesquisa recente divulgada pela Anatel (Agência Nacional de Telefonia), em maio deste ano o Brasil chegou a 130.558.360 assinantes no Serviço Móvel Pessoal (SMP). Do total de acessos, 105.682.722 (80,95%) são pré-pagos e 24.875.638 (19,05%), pós-pagos.

A teledensidade, que é o indicador utilizado internacionalmente para demonstrar o número de telefones em serviço em cada grupo de 100 habitantes também tende ao crescimento. Em maio deste ano, segundo Anatel o Brasil alcançou o índice de 68,23, comparado a maio de 2007, quando o índice era de 55,68, o crescimento foi de 22,54%.

A pesquisa

Se por um lado a tecnologia vem para beneficiar o convívio em sociedade, as relações familiares e também profissionais, agilizando a transmissão de informações e também evitando mortes, salvando vidas, fotografando fatos inéditos. Por outro, tem tirado a privacidade de muitas pessoas, atrapalhado o bom andamento de aulas em colégios e faculdades, gerando constrangimentos em ônibus, mas o pior mesmo, e que ninguém tem observado, é que esse “amigo” pode se transformar em “bicho papão”.

O uso desenfreado do celular gera exorbitantes lucros para as empresas prestadoras de serviços, mas para o usuário final, as conseqüências a longo prazo podem ser bastante diferentes, especialmente ao se tratar da saúde. As radiações emitidas pelas antenas podem gerar danos irreparáveis na vida das pessoas. Mas, se a maioria ainda prefere acreditar que isso tudo não passa de mitos, basta ver os números já mencionados.

José Carlos Virtuoso (44), mestre em Ciências Ambientais, chegou a essa conclusão depois de estudar o tema em sua tese de mestrado, que tomou como base de discussão a implantação de antenas de telefonia móvel em bairros residenciais de Criciúma (SC) e região, especialmente no Bairro Michel e no Centro de Içara (SC).

Virtuoso coletou informações numa pesquisa de campo que revelaram a existência de um problema social, constituído a partir do temor que as pessoas têm em relação aos possíveis riscos a que são submetidas em função da exposição aos campos eletromagnéticos das torres de telefonia móvel.

O pesquisador ouviu ainda relatos de pessoas que apresentaram casos de doenças, como cânceres, tumores e depressão, ou sintomas como insônia, dores de cabeça e ansiedade. A forte preocupação estimulou a própria população a fazer experimentos com embriões de aves, realizados próximos a ERBs (Estações Rádio Base), cujos resultados – a despeito da falta de rigor científico – indicam que as autoridades da área da Saúde, por meio da Vigilância Sanitária, deveriam fazer um acompanhamento epidemiológico.

Esses estudos ainda estão surgindo, de forma lenta e paulatinamente no Brasil, mas pelo certo ou duvidoso, com a saúde não se brinca. “Até que seja comprovado através de estudos científicos, devemos nos policiar para minimizar os efeitos das radiações ao longo de nossa vida”, sugere Virtuoso.

quinta-feira, 19 de junho de 2008

O chuveiro queimou. E agora?

Texto: Ana Paula Vieira
Foto: Divulgação

A estação mais fria do ano já chegou e nada melhor do que tomar um banho quente após um exaustivo dia de trabalho ou para começar o dia com todo vigor.

Se um cheirinho de queimado surgir, ou pior, acontecer de o chuveiro queimar, cuidado! Além do estresse de esperar no frio e enrolado numa toalha para que alguém resolva o probleminha, sua fiação pode estar mal instalada. “ Teoricamente é para o chuveiro funcionar. Ele é fabricado e capacitado para atingir as temperaturas disponíveis aos usuários”, declara o técnico em eletrônica, Guilherme Pedroso.

É importante que a instalação esteja bem feita. No entanto, é impossível descartar a possibilidade do chuveiro apresentar algum defeito de fábrica. “não há risco de acontecer curto se a instalação elétrica estiver certa, e ainda, o único problema que pode acontecer com um chuveiro com água muito quente é prejudicar a pele”, reforça o técnico. Se o chuveiro queimar, é recomendável antes ver a possibilidade de trocar a resistência, além de ser mais barato. Porém, não deixe de verificar a instalação.

O técnico Guilherme deixa a dica: para ter um banho seguro sem que ele solte aquele cheiro de fumaça, o mais indicado é comprar um chuveiro eletrônico e, conseqüêntemente mais moderno. São eletrônicos mais receptíveis e adaptados a várias frações de temperaturas.




Se o chuveiro queimar, é importante verificar a possibilidade de trocar primeiro a resistência

Violência gera gastos e aumenta atendimentos em hospitais

Texto/Foto: Ana Paula Vieira

Nem sempre as conseqüências da violência entram em estatísticas. Mas a verdade é que o número de atendimentos em hospitais das vítimas de casos de agressões físicas é cada vez maior e isso acarreta em gastos mais numerosos para o governo federal.

Um levantamento do Ministério da Saúde, realizado em 37 cidades e divuldago no site http://portal.saude.gov.br/saude/, mostra que 20% dos pacientes atendidos nas 84 unidades pesquisadas foram vítimas de violência, incluindo acidentes. Pelos menos 39% delas aparentemente haviam ingerido álcool. Crianças, adolescentes e idosos são os principais receptores das agressões.

O ministério pretende com estes dados trazer à tona o impacto da violência nos serviços públicos de saúde. Além disso, tornar possível a discussão de novas políticas públicas que solucionem esta questão. Dos atendimentos por causas externas, 90% foi provocado por acidentes.

Entre estes, 37% relacionados a quedas.Entre os principais tipos de violência, as agressões e os maus tratos se destacam. Os homens são as principais vítimas, 73% contra 27% das mulheres. No entanto, as mulheres são as que mais tentam suicídio (58%). Entre crianças e adolescentes, a violência sexual chega a 43,6% e 56,3%, respectivamente.



Entre crianças e adolescentes, a violência sexual chega a 43,6% e 56,3%, respectivamente

Preservar o meio ambiente com elegância

Texto/Foto: Roberta Vasconcellos

Você já parou para pensar em como estará o planeta Terra daqui meio século. Que os termômetros estão cada vez mais “desregulados”, que os ursos polares podem entrar em extinção por conta do derretimento das geleiras, que seus netos podem sofrer com a escassez de água. Se já parou para pensar, parabéns! Mas e o que você tem feito para frear essas mudanças climáticas, diminuir a poluição do meio ambiente e conscientizar as pessoas que estão so seu rodar para mudar hábitos, de forma bastante simples? Isso já não é mais papo-furado, é assunto sério e que deve ser observado com muita atenção.

Para te dar uma ajuda, o MA&B's chegou. No próximo sábado, dia 21, a partir das 11h o Criciúma Shopping será palco da primeira edição do MA&B`s. Uma mistura de feira, exposição e mostra que apresentará, através de uma manifestação sócio-ambiental, alternativas de moda, estilo, beleza e bem-estar ecologicamente corretos.

Serão em torno de 27 espaços, separados em três categorias (Empresarial, Associativo e Economia Social e Solidária), que se apresentarão em forma de stand’s - roupas, acessórios, plantas (doações de mudas nativas), artesanato, artes, pintura, caricatura, eco-telhado, ateliês de customização, cosméticos naturais, eco-bolsas, pintura em madeira, mosaico cerâmico, reciclagem de óleo vegetal.

O evento iniciará com duas palestras, cujos temas são: 'Ecologia humana - preservação ambiental, consumo e reciclagem', que será ministrada pelo Prof.Doutor Gilmar Tavares e 'Moda e Customização', ministrada pela professora Mariana Batist de Abreu do Curso Superior de Tecnologia em Moda e Estilo do SENAI/UNESC.

Paralelamente ao evento repórteres-mirins, crianças entre 9 e 10 anos entrevistarão os visitantes para saber o que os adultos têm feito para contribuir com a preservação do meio ambiente. Os organizadores do evento tem ciência de que o futuro está nas mãos dos pequenos. Além disso, o projeto criciumense Vamos Salvar o Planeta Juntos fará o lançamento da revista infantil Índio Zig.

Programa:

09:00 - Reflorestamento com mudas nativas na comunidade Jardim Pedro Zanivan, com a participação da comunidade, escolas e convidados.

11:00 hs - Prof. Gilmar Tavares – UFLA – Universidade Federal de Lavras -MG Tema: 'Ecologia humana - preservação ambiental, consumo e reciclagem', no Auditório do Criciúma Shopping.

11:30 hs – Professora da Escola Superior de Tecnologia em Moda e Estilo - SENAI/UNESC - SC Tema: 'Moda e Customização', no Auditório do Criciúma Shopping.

12:00 - Participação da plenária com perguntas e manifestações.

12:30 - Abertura da "feira" com stands: moda, beleza, bem estar, estilo, brechó, acessórios, decoração, eco-bolsas, ateliers sobre reaproveitamento de óleo na fabricação de sabão e sabonete, ateliers de mosáico para o reaproveitamento do azulejo, ateliers de customização, pintura em madeira, terapias alternativas, doações de mudas nativas e outros...

22:00 - Encerramento do evento.

Elvis não morreu, ao menos para fãs

Texto:Roberta Vasconcellos
Fotos: Ana Paula Vieira

A partir do dia 30 de maio até o final de junho o Criciúma Shopping, através de uma parceria com Elvis Presley The Hillbilly Cat Official Fan-Club, será sede da Mostra “Love me Tender”, que marca os 31 anos da morte de Elvis Presley.

Uma coletânea de fotografias, discos, clipes, roupas, objetos pessoais, entre outros bibelôs do Rei do Rock estarão expostos nas dependências do shopping, que poderá ser conferido de perto por todos os visitantes gratuitamente.

O acervo, quase todo importado, é do Fã Clube Elvis Presley, fundado em 1986 em Florianópolis e presidido por Carlos Moacir Daussen.

Mesmo depois de trinta anos de sua morte, o ícone que representa o mais puro rock continua vivo em todas as gerações e continua sendo o cantor que mais vendeu discos em todo o mundo, com mais de 1 bilhão de cópias vendidas.

Elvis Presley:

Elvis Aaron Presley nasceu em East Tupelo, Mississipi, Estados Unidos, em 8 de Janeiro de 1935, fez sua carreira durante 23 anos. Em 1967 casou se com Priscilla Beaulieu Presley, com quem teve sua única filha, Lisa Marie Presley. Em 1972 o casamento com Priscila chegou ao fim, e uma nova fase começou para o rei.

Ele fez um contrato vitalício e bilionário com Las Vegas, onde fazia três shows diários, de manhã, à tarde e à noite. Elvis, apesar de cansado fisicamente e com quase 125 quilos, continuava sua jornada de shows e caridades. Religioso e muito bondoso, quando podia e sentia que alguém precisava de sua ajuda, parava, conversava, e presenteava as pessoas com um carro, seus famosos Cadillacs.

Com uma rotina desgastante, ele passou a ter problemas sérios de saúde e muitas dores nas costas, fazendo-o tomar remédios fortes, como morfina, para aliviar a dor. Em pouco tempo ele já demonstrava sinais de desgaste físico e “O Rei do Rock” nos deixou, aos 42 anos. Arritmia cardíaca foi a causa da morte, divulgada por médicos e familiares. O cantor, ator em mais de 30 filmes, e Rei do Rock, encerrava sua carreira aqui na Terra em 16 de agosto de 1977, quando ainda gravava seu último disco, Moody Blue. Saiba mais sobre Elvis.


Fãs de Elvis podem encotrar vários objetos que retratam a vida do rei

Entre os materiais apresentados, as miniaturas chamavam a atenção

A cadeira de Elvis é um dos itens mais caros e antigos dos colecionadores

A mostra estará disponível para o público até o final deste mês

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Brincadeira de criança

Texto: Roberta Vasconcellos
Fotos: Ana Paula Vieira


Gira-gira, balanço, gangorra, cancha de areia. Palavras que muitas crianças já não conhecem mais foram no dia 12 de junho a atração de 17 crianças do CEI Espaço da Criança do bairro Próspera. Elas foram carinhosamente convidadas pelo Criciúma Shopping para fazerem a inauguração da Praça Cincinato Naspoline, adotada por esta empresa, que no último mês reformou os brinquedos que lá já existiam, comprou novos e revitalizou o espaço com a plantação de árvores.

Segundo Mário Figueiredo, superintendente do shopping, a praça estava abandonada, as pessoas já não podiam mais levar as crianças para brincarem por falta de segurança e ainda porque os brinquedos estavam deteriorados, o que o shopping fez foi adotar a praça e devolver à população de Criciúma, especialmente do bairro Próspera, pela proximidade, um espaço em que as acrianças podem brincar seguras, todos os dias.

Para Antônio, motorista de táxi, que gosta de levar sua netinha para brincar em praças públicas, agora já tem lugar certo para as tardes de sábado e domingo.

A praça é pública e fica localizada na esquina da Av. Centenário com Av. Chile, aberta todos os dias até 01h. Além do espaço para as crianças, um espaço de cimento foi criado para aqueles que gostam de aventuras, como andar de skate ou roller.

Praça Cincinato Naspoline trás de volta a alegria de crianças

Agora as crianças podem brincar com segurança a qualquer hora